A LUA E O INCONSCIENTE

QUINTA-FEIRA, 02 DE SETEMBRO


Hoje temos a exatidão do encontro de Marte e Netuno, já citado por aqui, e podemos estar envolvidos em uma emergência de tomada de decisão, de ação, mas tão confusos, que mal sabemos por onde começar. Sem dúvidas, qualquer coisa que possamos tentar por meio de imposições não fluíra bem.

A Lua minguando em Câncer, protagonizando encontros fluentes com esses dois astros, é a âncora do dia.

Lua em Câncer, que tanto flutua emocionalmente, que fala do insconsciente é a raiz, a base, a guia na estrada escura e com neblina, quem diria!



Chega a ser tão óbvio que parece ser mentira, ou cisma netuniana.

Mas, sem dúvidas o céu aponta que surgindo qualquer dúvida, devemos meditar sobre o assunto, voltar para casa, sentar e olhar ao redor. Não responder de imediato, não agir no calor da emoção.

Pensar: “se hoje eu deixasse esse plano, o que de bom eu levaria comigo?”.


Não irei me prolongar muito, porque acredito que o dia pede uma conexão com o nosso sentir de maneira leve, arriscando pequenos ajustes em casa, melhorando a energia do ambiente e silenciando.

Quanto mais barulho fora, mais difícil entender o que rola dentro. Talvez seja por isso que o silêncio seja tão incômodo, ele faz a gente se enxergar! E nem tudo que percebemos em nós agrada, mas com a fase minguante, podemos aproveitar para eliminar alguns hábitos e ideias que não agregam. Só é preciso querer ver. ⭐️



leitura feita por Bruna Barella e Guilherme Schultz