COMPAIXÃO, GENEROSIDADE E INTUIÇÃO

SEXTA-FEIRA, 25 DE DEZEMBRO DE 2020


Eu, Bruna Fernandes e meu parceiro/ professor de Astrologia, Guilherme Schultz, desejamos a todos que nos acompanham pelo site, pelo canal do Yotube e Podcast, um Feliz Natal.

Que possamos entender a fundo, o verdadeiro significado do Natal e o entendimento do nascimento de um Deus Sol, trazendo uma nova esperança, ressignificação e cura.

O céu nos presenteia com aspectos leves e fluídos, para que possamos aproveitar a energia que esse dia nos reserva.

Temos um encontro harmônico e exato de Mercúrio com Urano. Um encontrar da mente com a originalidade e uma abertura para novas perspectivas. Abram a mente e se atentem aos insights que possam surgir. Para quem sentir esse aspecto com mais “movimentação mental”, procure utilizar de forma produtiva e abrace as novas ideias.

Em um nível mundial, podemos perceber um avanço de pesquisas.

Temos também um presente da Lua encontrando Netuno em um aspecto fluente, trazendo inspiração, criatividade e sensibilidade. O encantamento e a fantasia que esse Natal nos pede, em dias tão difíceis.

Netuno também fala da compaixão e da generosidade, planeta regente do signo de Peixes, ERA que corresponde ao nascimento do menino Jesus, e não podemos ter maior e melhor referência dessas qualidades. Independente da crença e religião, podemos usar essa SIMBOLOGIA de maneira positiva, que ao longo dos anos acabou se perdendo pela sede de poder.

Não esqueçam, como uma referência universal e dos princípios herméticos, Deus é o TODO e está e em todos nós, sem forma e sem expressão específica, sem limitações com a ideia de que existe um único Deus em uma única forma. Essa ideia divina deve ser de esperança, amor, paz e fraternidade.

Se o Deus que você acredita, culpa, castiga e amedronta, questione! O amor divino não nos diminui, ele prospera e acolhe, nos impulsionando a evolução do nosso ser.


Concluímos o texto de hoje com uma frase de Tales de Mileto:

“A esperança é o único bem comum a todos os homens; aqueles que nada mais têm - ainda a possuem.


Leitura Feita por Guilherme Schultz e Bruna Fernandes.


FELIZ NATAL E FELIZ NASCIMENTO.