LUA CRESCENTE E A TRANSIÇÃO DE VIRGEM PARA LIBRA

SEXTA-FEIRA, 17 DE JUNHO DE 2021


No período da madrugada, tivemos o encontro desafiador de Lua e Sol, marcando o ingresso da Lua Crescente.

A Lua ingressou nessa fase na qualidade virginiana e logo no primeiro período da manhã, ela se movimenta para #Libra.

A fase crescente é aquele momento favorável para colocar mais energia nos projetos que estão em andamento.

A Lua está com mais luz, estamos mais conscientes dos caminhos, porém se faz necessário escolhas e análise crítica do que realmente está vingando e como podemos cuidar melhor dessas “sementes”, trabalho perfeito para #Virgem, não é mesmo?


Virgem também nos oferece o processo e entendimento natural das coisas, então, sugiro que percebam se tem algo que está sendo forçado demais, fugindo da sua essência ou até mesmo te fazendo mal.

Esse período de fase crescente, nos testa em relação ao quanto realmente estamos comprometidos e queremos algo.

Nos percebemos mais agitados e essa agitação deve e pode ser direcionada para o que precisa ser concretizado, sem esquecer que esse #signo de Terra, nos fala da importância dos processos, da qualidade e do que é útil.



Ao ingressar em #Libra, o convite vem para o entrosamento e conexão por meio de parcerias e relações. Duas cabeças pensam melhor que uma, e essa é a mensagem dada por esse signo.

Está confuso(a)? Bate aquele papo com alguém, troque opiniões e ouça o outro lado.

O encontro com o outro pode gerar o equilíbrio necessário nessa fase de maior agitação.

Essa fase também chega com a participação especial do bom encontro de Lua e Marte.

Marte que está em #Leão, só para lembrá-los, nos impulsiona ao que precisava de coragem. O dia pode ser conduzido de maneira alegre, enérgico e criativo.

Aproveite para se conectar com seus talentos e hobbies. Tem algo que você gosta muito de fazer e está deixando de lado?

Hoje é um bom dia para olhar para isso.

Ter o guerreiro fluente no céu é saber que qualquer batalha que você coloque amor e que venha de coração é conduzida para a vitória.

Mãos a obra e de olho no céu.


Leitura feita por Bruna Barella e Guilherme Schultz