MENSAGEM SÚTIL

SÁBADO, 24 DE JULHO DE 2021


Após a Lua entrar na fase cheia, hoje ela se depara com Saturno, esse encontro entre ambos chamamos de conjunção, é como se os dois estivessem juntos, voltados para um único ideal.

Podemos perceber essa energia de maneira mais fria, dando sensação de impotência e limitação, ou com um olhar sério e responsável.

Mesmo se tratando de um sábado, para quem precisa trabalhar ou se dedicar a algum projeto, hoje é um dia que Saturno nos dá a estrutura e comprometimento necessário.

Vale seguir um ritmo leve, ok? Evitando assim frustrações e se cobrar demais por situações que não estejam no seu controle.

Saturno é saber delinear limites, lembram?

A Lua segue durante todo o dia nessa fluência, até no final da noite encontrar Urano, planeta que também rege o signo de Aquário. Situações inesperadas e não tão agradáveis podem abraçar o período da noite e podemos nos sentir envolvidos por uma certa agitação.

O ideal é procurar se afastar um pouco dos aparelhos eletrônicos, e fazer alguns minutos de respiração consciente caso percebam essa movimentação interna, que pode nos levar a tão famosa insônia.



Além dos aspectos que envolvem a Lua, temos um encontro fluente entre Mercúrio e Netuno, que suaviza e envolve a mente, os diálogos e imaginação.

Para os que desenham, compõem e trabalham com música, esse encontro astral é a cereja do bolo.

Captamos de uma maneira sútil a energia que está a nossa volta e a intuição pode ser nossa aliada.

Inspirados pela brisa netuniana, somos levados pela maré dos sonhos e fantasias. Sonhar é necessário., diz Netuno.


Aproveitem para deixar as antenas de percepção limpas, podendo aproveitar de maneira benéfica esse encontro.

Veja qual o tipo de ambiente que irão frequentar, o tipo de música que irão escutar e o tipo de conversa que irão conduzir.

A mente poderá fluir no repouso do silêncio e contemplação.


"Se as portas da percepção fossem limpas, tudo pareceria ao homem como é, infinito. Pois o homem se fechou, até ver todas as coisas através de estreitas fendas em sua caverna."- William Blake, trecho retirado do livro - Astrologia e as Dimensões do Ser.


Leitura feita por Bruna Barella e Guilherme Schultz