MOVIMENTO E EXPANSÃO

QUINTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2022

Lua Cheia em Virgem

O dia vem com uma tônica de colocar os pingos nos is.

Virgem é o segundo signo de terra, sua qualidade se alinha com as coisas de ordem prática, e seu ritmo mutável apresenta a possibilidade de alterar, aperfeiçoando o que existe, sabendo de maneira precisa, eliminar o que não serve.

O grande lance que percebo na galera que atendo e que possuem a qualidade virginiana proeminente no mapa (isso me inclui rs) é o quanto postergam a entrega de algo, devido a alta cobrança que tem com a perfeição, mal sabemos que aprendemos mesmo, fazendo, na prática, signo de terra não fica preso em ideias, precisam desenvolver, lembrem disso!

Bem, como Astróloga, agora sei, e você que está lendo esse texto, agora sabe também.

Ao longo do dia, a Lua se opõe a Júpiter, é muita lente de aumento, muita expectativa, e grau de insatisfação. Um dia que vale ter muita atenção com a cobrança, tentemos ter uma visão maior, assim como Zeus analisava tudo do alto do seu poder no Olimpo.


Sabe aquele lance de tentar sair do olho do furacão para entender qual a real?

Peguem leve também com a necessidade de ser reconhecido pela utilidade do que se faz.

*

Além disso, contamos com a exatidão de Júpiter e Urano, e aí amados, é olhar para alto, para a frente, perspectiva de futuro, crescimento, mudanças, busca por conhecimentos inovadores.

Aqueles caminhos que se alteram e sentimos que foi bem melhor assim!

Como cereja do bolo, temos a fluência de Lua e Urano, reverberando a capacidade de aplicarmos a vida cotidiana, os insights, tornando acessível grandes ideais, alterando hábitos e costumes já ultrapassados.

Olhar para o futuro como parte dele, o que queremos para daqui alguns meses e anos?

As coisas não acontecem sem esforço, sem trabalho e sem ordem, lua em Virgem tá aí para mostrar isso!

Se for preciso, mude, altere, confie nos novos processos e novos meios de desenvolver algo.

Opte pelo simples, aprenda algo, ensine algo, sinta-se útil, não permaneça parado.


Bruna Barella