MUDAR A FORMA E EVOLUIR A ALMA

SEXTA-FEIRA, 6 DE AGOSTO DE 2021


A manhã de sexta começa com leveza. Dois astros que representam a energia Yin, estão em uma dança fluente dando um tom harmônico e acolhedor para os encontros.

Nesse ritmo a Lua se envolve com Netuno, reforçando a leveza, sutileza e conexão com os sonhos.

Momentos de contemplação e sensibilidade auxiliam as expressões artísticas e contato com a música.

É um período que estamos abertos a entender o outro e as conexões estão além da matéria.



Os desafios ficam para o período da noite.

Quando algumas reviravoltas nos tiram do eixo, gerando sensação de angústia e de impotência.

Nem tudo que planejamos ou queremos pode ser realmente aquilo que nos fará bem.

Pode ser até um papo clichê, mas quem já viveu na pele esses movimentos, sabe bem que depois da turbulência, o coração se acalma e entendemos que o melhor aconteceu.

Porém, ao lado desse encontro, temos a exatidão da tensão de Sol e Urano, que já foi citado aqui no começo da semana.

Podemos nos perceber mais nervosos e agitados, por isso a importância de se envolver a aproveitar a energia da manhã.

Imprevistos acontecem, eletrônicos podem dar aquele “pane”, e a cautela com os trabalhos que envolvem eletricidade, merecem atenção.


Procure ir diminuindo o ritmo ao longo do dia, e trabalhar a flexibilidade para as mudanças de percurso.

Com o Sol em Leão, assuntos que envolvam o ego se apresentam.

Revolucionar requer a coragem leonina, mas se esse ato permeia a sombra, o ego nos cega, e os movimentos podem acontecer de maneira impensada e com rebeldia.

É importante ter a reflexão: - "Qual a causa que você está defendendo?".


O que fica claro, nessa sexta-feira, após todos os aspectos que reverberaram na semana, é que realmente o que era antes não pode continuar e temos a escolha de como conduzir.


Leitura feita por Bruna Barella e Guilherme Schultz.