NEM TODOS OS PORÕES SÃO PRISÕES

SEXTA-FEIRA, 03 DE SETEMBRO DE 2021

Duas configurações vão se estreitando no céu, enquanto a Lua transita por Leão dando seus respiros finais da fase minguante.

Mercúrio e Saturno, buscam um acordo duradouro, estável, diplomático e sólido.

Saturno limita, mas temos o hábito de associar essa limitação a algo ruim, sempre.

Sem entender que em uma configuração como essa, Saturno vem e fala: “hora de viabilizar e estruturar tudo isso que você vem mantendo na mente.”

Mas no céu tudo é uma costura, Mercúrio está em Libra, e Vênus, planeta que rege esse signo, está em tensão com Plutão.

Plutão, que fala do insconsciente, das massas, da morte, do renascimento e do poder.


Afinal, qual o valor que estamos dando para as nossas relações?

Estamos envolvidos por padrões ou desenvolvendo nossos desejos de acordo com aquilo que realmente nossa essência pede?

Disputamos o poder, e quando conquistamos e dominamos aquilo que tanto disputamos, ficamos saciados ou viciados nessa busca incansável de tudo que está lá fora?

Conheço algumas pessoas que estão no topo do poder, sedentas por mais, entupidas de remédios para dormir, acordar, trabalhar, rir e assim por diante.

Confesso, que por um tempo da minha vida, eu via esse tipo de “pessoas poderosas”, e como a massa, eu me envolvia por esse desejo.

Foi difícil quebrar isso, e precisei de algumas descidas aos meus porões plutonianos para entender, que o meu desejo individual, não era esse.

Portanto, amados, reflitam e não tenham medo de acessar seus porões.

Eu termino esse texto com um trecho de uma música que tenho ouvido bastante por esses dias:

“Desejo que você tenha a quem amar

E quando estiver bem cansado

Ainda exista amor pra recomeçar

Eu desejo que você ganhe dinheiro

Pois é preciso viver também

E que você diga a ele, pelo menos uma vez quem é mesmo o dono de quem.”


Boa sexta ✨


Leitura feita por Bruna Barella e Guilherme Schultz