O PLANTIO É A ÚNICA MANEIRA DE TERMOS UMA BOA COLHEITA

SEGUNDA-FEIRA, 21 DE DEZEMBRO DE 2020


Dia 21 de Dezembro, temos a conjunção exata de dois grandes planetas, Júpiter e Saturno. Ambos no signo de Aquário.

Saindo de uma energia do elemento Terra enquanto estavam em Capricórnio, e vestindo a frequência do elemento AR pelos próximos 20 anos.


Adianto que esse não será um texto sobre ingresso de Nova Era, temos muito a caminhar para dizer que estamos na Era de Aquário. Digo também, que não falaremos de abertura de portais. Falaremos sobre a energia que iremos sentir reverberar durante esse encontro, não desmerecendo, porque é um encontro importante, mas sem ludibriar.

Conhecidos como cronoconstrutores, Júpiter e Saturno são mediadores e regentes do tempo.

Em Júpiter olhamos para onde queremos chegar e Saturno nos mostra como e com qual recurso. Podemos perceber a esperança e a fé de Júpiter, com o respeito ao tempo e a estrutura de Saturno.

Saturno é a realidade, o auditor que verifica se estamos agindo de acordo com bons valores, conjunto a Júpiter, percebemos o otimismo em permanecer firmes em um longo e novo caminho.

Com as vestes de Aquário, vamos sentir a necessidade de entender e se voltar para a necessidade de olhar para os grupos, de unir forças para caminhar na estrada que será apresentada. Aproveitem as ideias que irão surgir.

Júpiter e Saturno é compromisso com a fé, com o viver o que se prega.

Será apresentado um grande desenvolvimento tecnológico representando sinais de avanços.

Esse encontro poderá ensinar que as coisas devem ser conquistadas e que não caem do céu, a força vem do coletivo e a busca por um bem geral e não somente individual. Perceberemos também uma maior responsabilidade social e a liberdade sendo conquistada pelo nossa dedicação em saber cumprir e arcar com nossas responsabilidades.

A união do pai e do filho (segundo a Mitologia), por um ideal. Nos mostrando que se soubermos respeitar o tempo, com disciplina, ordem e seriedade, podemos vencer as lutas com base na JUSTIÇA.

Vocês percebem que não existe evolução ou liberdade, sem comprometimento e seriedade?

Entendam que mudanças podem ser boas ou não. Isso dependerá do quanto estamos envolvidos verdadeiramente com essência nessa evolução, e com Saturno ao lado, acreditem, a caminhada é longa e com muito trabalho. Temos aqui, o marco de uma nova frequência e caminho, que irá reverberar e ser construída, ano a ano, onde saímos de uma energia de materialização e de experiências percebidas apenas de maneira palpável e física, para uma esfera de ênfase no conhecimento, no pensar e na colaboração com o outro. Novas maneiras de trabalho, novas tendências de mercado e uma nova relação com o campo material.

Hoje também temos a entrada do Sol, no signo de Capricórnio, onde ficará por 28 dias, marcando também o Solstício de inverno no Hemisfério Sul e de verão no Hemisfério Norte.

Quando Sol com sua Luz ilumina Capricórnio, perceberemos um olhar para a vida de maneira disciplinada, a alegria vem da responsabilidade e do trabalho. É o escalar da montanha em busca da nossa energia vital, mesmo após um ano de tantos desafios, Capricórnio se apresenta na força que precisamos ter em continuar e materializar as mudanças necessárias.

Enquanto isso, temos a Lua que rege as emoções dialogando de forma harmônica com Plutão, Saturno e Júpiter, trazendo um forte poder de regeneração, comprometimento, otimismo, satisfação e senso de realidade.

No final do dia, temos o ingresso da Lua em Áries, na sua fase crescente, trazendo atividade e energia de impulso e uma necessidade de fazer a vida valer a pena.

Realmente temos um dia muito potente, graças ao conjunto de aspectos que o Universo nos apresenta e não por um acontecimento isolado.


Terminamos o texto de hoje com a seguinte reflexão:

“O plantio é a única maneira de termos uma colheita.”

A única maneira de termos bons tempos é iniciando esse plantio dentro de nós, no nosso trabalho, com a maneira que tratamos a natureza, com a maneira que tratamos o próximo, com a maneira que tratamos o dinheiro, a maneira que tratamos nossos recursos naturais, com o que estudamos, com o que propagamos, com o respeito pelo TODO, com disciplina, com labor, exercendo de maneira honesta e digna a função que temos nessa vida.



Leitura Feita por Guilherme Schultz e Bruna Fernandes