O QUE EXISTE NO SILÊNCIO?

DOMINGO, 12 DE DEZEMBRO DE 2021


Idealização, fantasia, confusão e sensibilidade. Perceber em palavras o significado de Netuno, é um desafio.

Acredito eu, que mesmo que alguém escreva por um longo período sobre os efeitos desse astro, ainda assim não conseguiria fazer a pessoas entenderem de maneira concreta.

Quando estamos sobre a sua influência, estamos lidando com energias sutis e que em algumas vezes nos foge do controle.

Somos organizados, somos céticos, somos multifuncionais, atentos aos sinais do nosso corpo, e do nada, começamos a esquecer de comer, esquecer um compromisso, temos sonhos intensos e pesados, o sono fica conturbado, achamos que se abdicar algo é um movimento de amor e cuidado com aqueles que nos rodeiam, o centro, o eu, se dilui, se desfaz e nos confundimos.

O barulho incomoda, o silêncio recarrega, existe um preguiça para atividades cotidianas, saímos para um compromisso na rua e voltamos exaustos e sem energia, comemos algo e aquilo não nos cai bem, é como se aos poucos um botão fosse virado e nosso corpo se desprendesse levemente de tudo que nos envolve na matéria. Netuno nos convida a entrar em outra frequência, seja em aspecto desafiador ou não, mesmo na confusão, nos faz enxergar o quanto ainda precisamos ajustar ou evoluir.

Como encontramos a harmonia do plano material com o sútil?

Ele sempre nos aponta algo. Achamos que as estruturas estão firmes, brincamos com ela, não a valorizamos tanto, mas quando uma onda desse mar bate com força, sentimos o balanço, nossa prepotência em achar que tudo está perfeito, é levada com as águas.

Você quer correr, mas o ritmo precisa ser diminuído, porque precisamos dedicar um tempo para aquilo que não vemos, para entender nossos sonhos, para agir de maneira compassiva, para ajustar o caminho, para valorizar a clareza e quando estivermos enxergando parar de buscar fugas por conta própria, parar de querer escapar da realidade, denegrir o corpo e perceber que não precisamos correr tanto.

É ajuste no ego, percepção do sútil e alinhamento de escolhas.

Onde está sua âncora? Esteja atento a ela, para quando Netuno te tocar, você saber como aterrar, ou pelo menos tentar.

Leitura feita por Bruna Barella e Guilherme Schultz