OPOSIÇÕES

DOMINGO, 13 DE FEVEREIRO DE 2022

Algumas situações colocadas na nossa frente exigem diplomacia, escolhas.

O começo da manhã vem com a oposição da Lua em Câncer com Vênus e Marte em Capricórnio.

Onde a Lua em Câncer, percebe às necessidades indispensáveis, enquanto Vênus aponta os desejos e Marte busca por isso.


A questão é que Capricórnio busca por realização social, tem uma certa frieza, e Câncer maternaliza, busca por intimidade, reverência o passado, se apega as raizes.

Quem nunca se sentiu dividido entre o trabalho e a vida particular?

Unir essas polaridades, gera tensão, e ao longo do dia, Netuno caminha dissolvendo tais conflitos, convidando a baixar a guarda, a sentir, a se colocar no lugar do outro, a ver que não precisamos caminhar por extremos. Relações requer muita sabedoria, visto que fomos bem mal acostumados a acreditar que se algo caminha sem conflito e caos, está morno, tedioso.


Até estranhamos quando as coisas caminham bem, surge aquela vozinha de fundo “ih, algo de errado está aí, não é possível sentir tamanha satisfação e estar em paz durante tanto tempo.”


Evitar conflitos, não significa submissão, significa saber a hora certa de expor uma opinião, significa observar, conviver com outras pessoas requer sim abrir mão de algumas coisas, para que possamos conquistar outras, dissolvendo o limites, tendo compaixão e empatia.

Bem coisas de Netuno.


Caminhamos no domingo por um campo minado, mas podemos optar pela sensibilidade ao lidar com o outro. Talvez, o que você precise mesmo é relaxar, permitir o descanso, não ficar na onda da “produtividade” constante, sentir o silêncio, dar um abraço, se envolver, ser humano, com suas forças e fragilidades.


Bom domingo,


Bruna Barella