OS EXCESSOS

SEGUNDA FEIRA, 15 DE NOVEMBRO DE 2021


Segunda com cara de domingo, e começamos o dia com a Lua se encontrando com Saturno, um aspecto harmônico, que mesmo se tratando de um feriado, nos envolve em um senso de responsabilidade e seriedade.

Porém Saturno é um planeta que fala de secura, e dele a Lua se desentende com Vênus, dois astros que falam de receptividade.

A Lua pede por nutrição, Venus a satisfação dos desejos, ambos em desconexão. Aqui, caminhamos com desafios quanto a nossa estima, e nossas relações.

O clima não é tão amoroso, e podemos perceber muitas vezes aquele semblante mais fechado e ombros tencionados.

Hoje é um dia que merece um tratamento especial com a nossa aparência e com o local que estamos.

Arrumar a cama, tirar o pijama, passar um perfume ou hidrante que goste, colocar flores em casa, separar um tempo para fazer uma das refeições de maneira calma e consciente, são movimentos simples que podem auxiliar a passagem desse trânsito.


No final da tarde, o Sol encontra Júpiter. Aspecto que já vem acontecendo há alguns dias, chegando hoje a sua exatidão.

E aqui, mesmo se tratando de um astro benéfico (Júpiter), precisamos entender que tudo que é demais, em excesso e sem limite, não faz bem.

É o que sempre digo aqui, a mesma luz que ilumina, pode cegar se usada em desarmonia.

Precisamos ter cautela com o julgamento errôneo, ou excesso dele, otimismo exagerado que nos impede de calcular um risco de maneira consciente, dificuldade em entender que não somente a nossa verdade é predominante e absoluta.

Caminhe com passos vagarosos e aceite conduzir apenas aquilo que você dá conta e está dentro de sua realidade, evitando desperdício de energia e tempo.

Evite apontar o julgamento para aqueles que o cercam e foque em seu próprio desenvolvimento.

Quem não traça o próprio caminho com os pés no chão, fica suscetível a qualquer vento e frágil as tempestades.

Leitura feita por Bruna Barella e Guilherme Schultz