VÊNUS INGRESSA EM PEIXES

QUINTA-FEIRA, 25 DE FEVEREIRO DE 2021


Sensação de dificuldade em expressar e decodificar o que sente pode se apresentar com o encontro desafiador da Lua leonina com Mercúrio, planeta que fala do intelecto e diálogos. Procurem ser objetivos nas conversas, garantindo que o ouvinte esteja entendendo para que não haja confusões.

Escreva antes de falar e se possível deixe diálogos e tratativas importantes para um outro dia.

Como já citado algumas vezes por aqui, nem tudo que sentimos precisa ter uma explicação lógica, muitas vezes o necessário é mesmo, apenas sentir.

Precisamos de cautela nos julgamentos, já visto que talvez nossa mente esteja mais confusa, atenção com os excessos de todos os tipos e a falta de limites em algumas brincadeiras, porque a Lua também encontra Júpiter em um intercâmbio desafiador.


Caso precise assinar contratos ou tratar de documentações, leia com muita atenção, dívida com alguém para que possa ter uma outra visão, garantindo que não terá pontos em aberto que possam causar problemas futuros.


Enquanto a Lua, passa por seus momentos de desafios, o Sol, nossa consciência, faz um encontro fluente com Urano, trazendo inovação, inventabilidade e conexão com a criatividade. Mantenha um caderninho em fácil acesso e anote os insights que possam surgir.




O dia também é marcado pelo ingresso da pequena benéfica Vênus, no signo de Peixes.

Dando um novo tom aos relacionamentos, aos valores, a maneira que nos conectamos com os prazeres, com o dinheiro e com a diplomacia.

Vênus em Peixes, fica em um ambiente confortável, no “astrologuês” dizemos que ela está exaltada, devido a qualidade de compaixão, de amor e sensibilidade que Peixes transmite e representa.

Ao encontrarmos com o outro nos tornamos um.

O acesso aos 5 sentidos, ficam por conta da sensibilidade, músicas ficam mais tocantes, o gosto mais saboroso, o tato sútil e nossos olhos se conectam com o que é belo, vivo e colorido.

É tudo muito envolvente, da mesma maneira que ficamos entregues ao belo, nos perdemos na fantasia, idealizando demais pessoas ou situações, que não existem.

Podemos não enxergar a realidade, ou saber que ela existe, mas preferir não entrar em contato com ela.


E na conexão com os prazeres, tenham muita atenção com os gastos financeiros, comprando coisas que podem não ser uteis, causando um arrependimento depois, além disso, tenham cuidado com as fugas através do álcool, drogas ou qualquer consumo que os façam sair da realidade que para alguns parece ser desgastante e avassaladora.


Esse ingresso é um caminhar em uma linha tênue entre o real e irreal.

É um convite para sermos alguém além da matéria e do que possuímos, além da casca, tendo mais compaixão e empatia pelos os outros.



Se entregue a pinturas, as expressões artísticas, aos bons filmes, aos encontros entendendo o seu espaço e delimitando o que é seu e o que é do outro, dê e receba carinho, ame de alma e coração aberto. Que sejamos doces e sonhadores em alguns momentos, isso faz bem e nos move, só tenham em mente que amor precisa de reciprocidade e leveza, sem tortura e sem perder a sua essência e identidade.


Eleve a sua capacidade de amar, a partir disso você conseguirá criar vínculos.


Leitura feita por Guilherme Schultz e Bruna Fernandes